“Consummation”, de Nina Simone

Anúncios

1 comentário

Arquivado em Música

Poema de Golgona Anghel

Antigamente os bisontes eram gente
e namoravam as raparigas
mais bonitas da aldeia.
Os judeus tinham cauda e
os homens menstruavam duas vezes por mês.

Ninguém se queixava de nada.
Tudo tinha o seu lugar.
Líamos Tolstoi num Skoda,
Hölderlin num Trabant descapotável,
Joyce num Aston Martin,
Camões nm UMM.

As grandes emoções
vinham das palavras longas:
astralopitecos, jerusalamaleques,
extremaunçãoparaumapernadepau, etc.
Isto explica tanta coisa,
mas não vem nos livros de história.
A história faz apenas ecoar o passado.
Como um búzio.
O passado é o lugar onde os nossos ex
se juntam aos mamutes, à Céline Dion
e ao Windowns XP.

 

Do livro Nadar na piscina dos pequenos (2017)

1 comentário

Arquivado em Poesia

Feira de Publicações de Poesia

Extraído do Facebook:

a terceira feira, primeira destinada a publicações de poesia no rio de janeiro, reúne coletivos, iniciativas e diversos selos editoriais em quatro dias:

de quinta 25/01 a domingo 28/01
____________de 16h às 22h

P R O G R A M A Ç Ã O :

QUINTA 25

17h _ ZINEXPOSIÇÃO: 27 ANOS DE CEP 20.000
________vernissage da exposição que bebe da estética dos fanzines e publicações independentes para apresentar às novas gerações um pouco do legado de 27 anos de existência do Centro de Experimentação Poética. Curadoria de Santiago Perlingeiro e Vitor Paiva, com parceria do Paginário e Vidi Descaves.

19h _ CEP 20.000 DE VERÃO
________os poetas publicados nos Cadernos do CEP em 2017 se reúnem para celebrar o fim deste primeiro ciclo de trabalho com a leitura de poemas + shows surpresa.

**

SEXTA 26

17h _ REVISTAS IMPRESSAS DE LITERATURA: NOVAS EDIÇÕES
________lançamento das revistas e conversa com as editoras / Marília Garcia, grampo canoa #4 / Thais Medeiros, rébus #8 // mediação: Juliana Travassos

18:30h _ EDITORE / TRADUTTORE / TRADITORE
________conversa com os editores / Marcelo Reis de Mello, Editora Cozinha Experimental / Marcelo Lotufo, Edições Jabuticaba / Luiza Leite, fada inflada

20h _ POETAS DE DOIS MUNDOS
________os autores trazem poemas autorais, inéditos ou não, e textos de poetas mortos que marcaram sua trajetória // Catarina Lins / Leonardo Marona / Gabriel Gorini / Rita Isadora Pessoa / André Gravatá / Amora Pêra / Liv Lagerblad

21:30h _ NOSSA ARTE É POSTAR
________performance / kza1

**

SÁBADO 27

17h _ Oficina Experimental de Poesia e Sarau do Escritório
________conversa com alguns dos articuladores dos coletivos / Rafael Zacca / Ana Carolina Assis / Alex Teixeira / Luiz Fernando Pinto // mediação: Miguel Jost

19h _ MULHERES QUE ESCREVEM E ILUSTRAM
________conversa com as poetas e ilustradoras / Bruna Mitrano / Priscilla Menezes // mediação: Estela Rosa

21h _ SARAU DAS MULHERES CONVIDA SLAM DAS MINAS
________finalistas do Slam das Minas RJ / Natasha Felix / Valeska Torres / Letícia Brito / +++

**

DOMINGO 28

17h _ OUTRA POESIA: POEMA & ARTES, PENSAMENTO, MEMÓRIA, CINEMA, ENSINO ETC.
________conversa com os poetas / Manoel Ricardo de Lima / Leïla Danziger // mediação: Luiz Guilherme Barbosa

19h _ QUASE TODAS AS POSTAGENS
________conversa com os poetas / Carlito Azevedo / Simone Brantes // mediação: Stephanie Borges

20:30h _ ENCERRAMENTO

**

e mais:
nanica I exposição portátil
________nanica é uma exposição portátil com trabalhos de 15 artistas e escritores numa escala em torno de 10x10x10 cm

**

entrada gratuita
a casa de pedra tem bar com quitutes e acepipes!
rua redentor, n. 64 – próximo ao metrô nossa senhora da paz

**

editoras presentes: fada inflada, Rébus, Luna Parque Edições, Coletivo Garupa, Editora 7Letrass, Azougue, Editora Circuitoo, Editora Cozinha Experimental, Edições Jabuticaba, Dantes Editora e kza1.

apoio: Casa de Pedra 64, Mulheres que escrevem e Coletivo Garupa

realização: Juliana Travassos e Santiago Perlingeiro

Deixe um comentário

Arquivado em Feira do livro

DECRETO Nº 9.262, DE 9 DE JANEIRO DE 2018

Extingue cargos efetivos vagos e que vierem a vagar dos quadros de pessoal da administração pública federal, e veda abertura de concurso público e provimento de vagas adicionais para os cargos que especifica.” Alguns desses cargos: secretário executivo, tradutor, intérprete, técnico em arquivo, enfermeiro do trabalho, pesquisador, médico veterinário, técnico em planejamento administrativo, tec. em produção cultural, médico, técnico em segurança do trabalho, radiologista, técnico de enfermagem, técnico em contabilidade, técnico de laboratório, técnico em cartografia, analista de sistema, engenheiro de segurança do trabalho, economista, pedagogo, geógrafo, técnico educacional, biomédico, bibliotecário, arquivista, zootecnista, estatístico, odontólogo, psicólogo, sociólogo, nutricionista, farmacêutico, administrador, assistente social, auditor, técnico em assuntos educacionais, fisioterapeuta, professor assistente, titular e auxiliar, analista de informação e muitos outros… Cf. site da Presidência da República, Casa Civil.

Deixe um comentário

Arquivado em Notícia

“Labadee”, de Luanna Belmont

 

debaixo da copa rala da
amendoeira
os galhos finos do Haiti se enroscam
contra o sol
a praia está sonâmbula
é agora um lugar de guardar navios gigantes
que trazem gente de toda parte
mas não para olhar o Haiti
assim debaixo contra as folhas
tenras da amendoeira
não para olhar o sol
do Haiti lá em cima
além das flores miúdas
da amendoeira
centenas desembarcam para
molhar os pés noutra língua
encharcar-se de outros fugir-se
dizer que pousaram noutro país
tão estranho quanto o seu
– que graça há se não se volta
para contar o que é o Haiti sem
a igual amendoeira da infância? –
enquanto no Haiti a amendoeira
descansa invisível
sobre a areia que não é mais
a areia de 1492
onde Colombo pisou
conforme anuncia o encarte
distribuído aos visitantes que
pagaram algumas centenas de dólares
para comer hambúrgueres e
cranberry juice
com hora marcada na ilha
de Labadee
nela uma amendoeira jovem
encara de longe o navio
de dezessete andares
de uma companhia dinamarquesa
porque não o Haiti não é aqui
sob o vento da velha ilha de Labadee
very very grateful for everybody
coming here
o Haiti quem sabe
nem fale inglês
nem francês
nem espanhol
nem português
mas possa ensinar aos cruisers
enjoados com o balanço do navio
o que seja
to shake shake shake
during a fucking real
earthquake

4 Comentários

Arquivado em Poesia

120 batimentos por minuto, direção de Robin Campillo

4 Comentários

Arquivado em Cinema

“Diário de bordo”, de Cacaso

Os planos todos dispersos
os primeiros estranhamentos com o filho,
mecânico e pesado o coração destila
uma coleção de remorsos.
Fecho os olhos de horror e eis que
das obscuras raízes
do centro de minha fronte
das rendas negras da carne
esplêndida e cintilante
desponta
a aurora boreal

 

De Grupo escolar (1974)

 

Deixe um comentário

Arquivado em Poesia