Arquivo da tag: Prêmios

Premio Internacional de Periodismo Rey de España

O fotógrafo brasileiro Wilton Junior recebeu o Premio Internacional de Periodismo Rey de España com esta foto [via Claudiney Ferreira]

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Prêmio

Finalistas do Prémio Literário Casino da Póvoa

A Cidade de Ulisses, Teolinda Gersão (Sextante)

As Luzes de Leonor, Maria Teresa Horta (Dom Quixote)

Adoecer, Hélia Correia (Relógio D’Água)

Bufo & Spallanzani, Rubem Fonseca (Sextante)

Do Longe e do Perto – Quase Diário, Yvette Centeno (Sextante)

Dublinesca, Enrique Vila-Matas (Teorema)

O Homem que Gostava de Cães, Leonardo Padura (Porto Editora)

Os Íntimos, Inês Pedrosa (Dom Quixote)

Tiago Veiga – Uma Biografia, Mário Cláudio (Dom Quixote)

[Via blog da revista Ler]

Deixe um comentário

Arquivado em Notícia

Prêmio Luso-Brasileiro de Dramaturgia Antônio José da Silva 2011

Extraído do site da Funarte:

A 5ª edição do Prêmio Luso-Brasileiro de Dramaturgia Antônio José da Silva 2011 teve como vencedor o texto “Vizinhança”, do autor português Luís Mário Lopes. O resultado foi promulgado após um longo processo de análise e debate entre os jurados brasileiros e portugueses por meio de uma videoconferência, realizada no dia 15 de dezembro de 2011.

O autor da obra vencedora receberá um prêmio no valor de 15 mil euros e o texto será editado nos dois países.  Resultado de um acordo assinado entre a Fundação Nacional de Artes – Funarte  e o Instituto Camões, de Lisboa, este edital recebeu 187 inscrições de textos brasileiros e 23 inscrições de textos portugueses. A comissão de seleção decidiu não conferir Menção Honrosa a nenhum texto.

Os jurados brasileiros, nesta fase final, foram Marcos Ribas de Faria, Maria Helena Khüner e Carlos Augusto Nazareth. Integraram o júri português Eugénia Vasques, Luísa Costa Gomes e José Luís Ferreira.

Sobre o autor de “Vizinhança”

Luís Mário Lopes é autor da peça “A Casa dos Anjos” (Prémio Autores 2010 na categoria Teatro – Melhor texto português representado; Grande Prémio de Teatro Português 2009) e dos argumentos dos filmes de curta-metragem de ficção “Directo” (de que é também co-realizador; melhor curta-metragem nos festivais Cineport 2011 e Fest’Afilm 2011), “A6-13” (Grande Prémio Tóbis do Lisbon Village Festival, 1st European Digital Cinema Festival 2006) e “Não esquecerás” (em pré-produção) e do longa metragem “Do outro lado do mundo” (em pós-produção).

Deixe um comentário

Arquivado em Notícia

Prêmio Pessoa 2011

Reproduzido do jornal Público:

O anúncio foi feito, como habitualmente, no Palácio de Seteais em Sintra por Francisco Pinto Balsemão, que preside ao júri também constituído por Fernando Faria de Oliveira (Vice-Presidente), António Barreto, Clara Ferreira Alves, Diogo Lucena, João Lobo Antunes, José Luís Porfírio, Maria de Sousa, Mário Soares, Miguel Veiga e Rui Magalhães Baião.

“Num momento crítico da História e da sociedade portuguesa, torna-se imperioso e urgente prestar reconhecimento ao exemplo de uma personalidade intelectual, cultural, ética e cívica que marcou o século XX português”, escreveu o júri em comunicado sobre a escolha de Eduardo Lourenço, homenageando “a generosidade e a modéstia desta sabedoria, que tendo deixado uma marca universal nos Estudos Portugueses e nos Estudos Pessoanos, nunca desdenhou a heteredoxia nem as grandes questões do nosso tempo e da nossa identidade”.

Para o júri, do qual Eduardo Lourenço foi membro até 1993, este prémio pretende prestigiar o filósofo e a sua intervenção na sociedade, “ao longo de décadas de dedicação, labor e curiosidade intelectual, que o levaram à constituição de uma obra filosófica, ensaística e literária sem paralelo”.

“Não há dúvida que o nosso premiado é uma referência e o nosso país precisa de referências”, disse Pinto Balsemão na entrega do prémio a Eduardo Lourenço.

Também Mário Soares destacou a importância deste prémio nos dias de hoje. “Num momento como este é particularmente importante dar o prémio a Eduardo Lourenço porque para além de tudo é um homem que acredita em Portugal e nos portugueses”, disse em Sintra.

Segundo o comunicado do júri, “Eduardo Lourenço é um português de que os portugueses se podem e devem orgulhar. O espírito de Eduardo Lourenço foi sempre reforçado pela sua cidadania atenta e actuante. Portugal precisa de vozes como esta. E de obras como esta”.

O prémio, de 60 mil euros, é uma iniciativa do jornal “Expresso” (do grupo Impresa de que é presidente executivo Pinto Balsemão) e tem o patrocínio da Caixa Geral dos Depósitos.

Os escritores Herberto Hélder, Vasco Graça Moura, a pianista Maria Joao Pires ou o bispo D. Manuel Clemente foram alguns dos nomes premiados com o galardão que comemora este ano o 25º aniversário. A vencedora do ano passado foi a cientista Maria do Carmo Fonseca, directora executiva do Instituto de Medicina Molecular da Universidade de Lisboa. O júri – que diz querer ir contra “uma velha tradição nacional” de apenas reconhecer postumamente os autores de grandes obras e promover o seu reconhecimento em vida – destacou a sua “cultura de rigor”.

Deixe um comentário

Arquivado em Notícia

Os vencedores da APCA

Reproduzido do site do Estadão:

A Associação Paulista dos Críticos de Arte, a APCA, reuniu 55 de seus membros na noite de segunda-feira para eleger os melhores de 2011 nas seguintes categorias: arquitetura, artes visuais, cinema, dança, literatura, música popular, música erudita, rádio, teatro, teatro infantil e televisão. Foi a consagração da emocionante peça Luis Antonio – Gabriela, da Cia. Mungunzá, como o melhor espetáculo do ano, assim como a eleição de Cordel Encantado, da Rede Globo, como a novela de destaque de 2011.

A cerimônia de entrega de todos os prêmios está prevista para 13 de março de 2012, às 20 h, no Teatro Sesc Pinheiros, em São Paulo. A confirmação virá tão logo a APCA consiga patrocínio para a realização da festa, que consagra a classe artística brasileira.

Afinal, poderá marcar, por exemplo, o encontro de Selton Mello, eleito o melhor diretor de cinema pelo trabalho em O Palhaço, com o coreógrafo Sandro Borelli, premiado pela sua ação política na dança.

Selton perdeu o prêmio de ator para Fernando Bezerra, por seu papel em O Transeunte. Já a atriz escolhida foi Simone Spoladore, por um conjunto de filmes: Elvis e Madonna, Natimorto, Não se Pode viver Sem Amor.

Outra premiada por três papéis foi Lavínia Pannunzio, escolhida pelo júri de teatro, pela interpretação nas peças A Bilha Quebrada, A Ilusão Cômica e A Serpente no Jardim.

Já o premiado Rubens Figueiredo, ganhador do Jabuti e do Portugal Telecom deste ano, foi escolhido pela bela e precisa tradução de Guerra e Paz (Cosac Naify), de Tolstoi.

DESTAQUES

Arquitetura
Conjunto da Obra: M. Fragelli

Artes Visuais
Grande Prêmio: Olafur Eliasson

Cinema
Filme: Bróder, de Jefferson De

Dança
Grande Prêmio: Ballet Stagium

Literatura
Prêmio Especial: Reedição de História da Literatura Ocidental, de Otto Maria Carpeaux

Música popular
Grande Prêmio: Cauby Peixoto

Música erudita
Grande Prêmio: EdmundoVillani-Côrtes

Rádio
Grande Prêmio: Rádio CBN

Teatro
Grande Prêmio: Daniela Thomas

Teatro infantil
Espetáculo: Histórias por Telefone

Televisão
Programa: Chegadas e Partidas

Deixe um comentário

Arquivado em Notícia

Prêmio Capes de Tese 2010

Notícia enviada por Gilda Santos:

“Foi divulgado no passado dia 01 de dezembro* o resultado do “Prêmio Capes de Tese 2010” da área de Letras/ Linguística e a contemplada foi LUCIANA DOS SANTOS SALLES, por sua tese de Doutoramento “Poesia e o Diabo a Quatro: Jorge de Sena e a escrita do diálogo”, defendida na Universidade Federal do Rio de Janeiro.  

A CAPES (Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior) é organismo do Ministério da Educação e instituiu este prêmio em 2005, avaliando anualmente as teses defendidas em todo o Brasil.

Pela primeira vez o prêmio foi concedido à área de Literatura Portuguesa e ao Estado do Rio de Janeiro.

Luciana Salles divide com Gilda Santos, desde novembro de 2010, a coordenação do site “Ler Jorge de Sena” (www.letras.ufrj.br/lerjorgedesena) e a sua tese está disponível tanto em livro como no link http://www.letras.ufrj.br/posverna/doutorado/SallesLS.pdf

 *O resultado foi publicado no Diário Oficial da União de 01/12/2011, seção 1, páginas 41 e 42, e se encontra disponível no site: http://www.capes.gov.br/premios-capes-de-teses.
O evento de entrega dos prêmios acontecerá em Brasília no dia 15 de dezembro de 2011.

A tese de Luciana Salles já foi publicada e encontar-se à venda no site da livraria Cultura.

Deixe um comentário

Arquivado em Notícia

Prêmio Pen Clube Português

Conforme o blog da Assírio & Alvim, os livros O génio intranquilo, de João Barrento, e Jorge de Sena. Sinais de fogo como romance de formação, de Jorge Vaz de Carvalho, receberam o Prêmio Pen Clube Português. O júri que atribuiu o prêmio foi composto por Maria João Reynaud, Álvaro Manuel Machado e Fernando Cabral Martins.

Deixe um comentário

Arquivado em Notícia