Arquivo da tag: rio de janeiro

“Uma eleição não é um salvo conduto” – Marcelo Freixo

[via Ramon Nunes Mello]

2 Comentários

Arquivado em Manifestações

I Encontro Latino-Americano de Teatro

Extraído do blog do Instituto Augusto Boal:

Programação do I Encontro Latino-Americano de Teatro, a realizar-se de 14 a 18 de outubro, na Faculdade de Letras da Universidade Federal do Rio de Janeiro. Clique na imagem para ampliá-la:

Programa_digital_IELAT_-2

1 comentário

Arquivado em Evento

Sobre Affonso Ávila

SOBRE-AFFONSO-AÌ VILA_b_web-1

Deixe um comentário

26/09/2013 · 13:45

Fernando Pessoa em mesa-redonda

divulgacao_rede-1

Deixe um comentário

26/09/2013 · 13:44

Vinicius Centenário: poeta, compositor, homem do mundo

No MIS / Museu da Imagem e do Som (sede Praça XV), no dia 16 de outubro de 2013:

Programa

10:00 Abertura


10:30 Mesa 1:  Vinicius na literatura

Mediador: Flávio Pinheiro

Participantes: Eduardo Coelho, Geraldinho Carneiro, Miguel Jost


14:00 Mesa 2:  Vinicius na música

Mediador: João Máximo

Participantes: Claudia Matos, Maria Lúcia Rangel, Miúcha

Intervalo para café


16:00 Mesa 3:  Vinicius homem do mundo

Mediador: Zuenir Ventura

Participantes: Gilda Mattoso, Marcos Azambuja, Miguel Faria Jr.

3 Comentários

Arquivado em Evento

Documentário “José Bonifácio” – Real Gabinete Português de Leitura

divulgacao_ladrilhos-1

1 comentário

16/09/2013 · 22:47

Poesia visual – Luciano Figueiredo

De 15 de setembro a 3 de novembro, no Oi Futuro de Ipanema, de terça a domingo, das 13h às 21h, Luciano Figueiredo apresenta duas obras do Projeto Poesia Visual 2: Fabri Fabulosi (2009) e Imagem/Legenda: um cine romance (2005-2013). Os diálogos extraídos de filmes são belíssimos; sustentam-se por si só, como um poema. Reproduzo um dos diálogos de sua exposição, do filme Johnny Guitar (1953), de Nicholas Ray. Na exposição, trata-se de papel fotográfico com texto em vinil adesivo, 60×75 cm:

– Diga-me alguma coisa boa.
– O que você quer ouvir?
– Minta. Diga que esperou por mim todos esses anos.
– Eu esperei por você todos esses anos.
– Diga-me que você morreria se eu não tivesse voltado.
– Eu morreria se você não tivesse voltado.
– Diga que você me ama tanto como eu te amo.
– Eu te amo tanto quanto você me ama.

Deixe um comentário

Arquivado em Exposição