Arquivo da categoria: Arquivos

O maior banco de dados sobre o tráfico negreiro

Extraído do Facebook, mural da Fundação Casa de Rui Barbosa:

FCRB na mídia:
“Foi pior do que se pensava”: o maior banco de dados sobre o tráfico negreiro no mundo estará disponível em português. Uma iniciativa da Fundação Casa de Rui Barbosa. revista VEJA, 4 de fevereiro de 2015 – 1ª parte.

Link para matéria completa em PDF: http://www.casaruibarbosa.gov.br/arquivos/file/Noticias/Fcrb_Midia_pdf/veja_Historia_040215.pdf

Deixe um comentário

Arquivado em Arquivos

Série Arquivos Pessoais – Rubem Braga

Arquivos-Pessoais-2905_virtual

Deixe um comentário

21/05/2013 · 23:06

Manuscritos árabes

A dica vem do caderno Ilustríssima da Folha de S. Paulo, de 14 de agosto: “A parceria entre a Wellcome Library, a Bibliotheca Alexandrina e o King’s College de Londres disponibiliza mais de mil manuscritos, como os estudos de medicina de Avicena (980-1037) e de outros autores do século 8º ao 20. A meta é digitalizar 75 mil manuscritos em alta resolução. O serviço permite a busca em árabe ou em inglês.” O nome do portal é Wellcome Arabic Manuscripts Online.

1 comentário

Arquivado em Arquivos

Arquivos pessoais

Deixe um comentário

Arquivado em Arquivos, Congresso

Acervo completo de Vinicius de Moraes

A notícia foi dada pelo caderno Ilustrada da Folha de S. Paulo: o acervo completo de poemas de Vinicius de Moraes se encontra digitalizado, agora, na Brasiliana da USP, que pertence a biblioteca de José Mindlin. Trata-se das primeiras edições de todos os livros de poemas de Vinicius de Moraes. Excelente! Deve-se destacar, nesse sentido, a ousadia dos herdeiros de Vinicius de Moraes, que foram os primeiros a dispor toda a obra em poesia e prosa do autor no site Vinicius de Moraes. O resultado disso foi maior divulgação da obra, maior número de leitores e consequentemente maior interesse crítico e teórico em torno desse escritor indispensável da literatura brasileira moderna, que vem sofrendo constantes reavaliações. Acima, desenho de Carlos Leão para a primeira edição do magnifíco Poemas, sonetos e baladas.

Deixe um comentário

Arquivado em Arquivos, Poesia, Uncategorized

Mark Twain num filme de Thomas Edison

Via blog da revista Ler, assisti ao filme em que Thomas Edison registra Mark Twain, em 1909:

Deixe um comentário

Arquivado em Arquivos, Vídeo

Os cadernos de Agatha Christie

O irlandês John Curran analisou, durante 4 anos, os 73 cadernos de rascunho de Agatha Christie. Segundo Curran, as anotações são caóticas: às vezes, encontram-se rascunhos de um livro e páginas adiante Agatha Christie começava a escrever outro livro, sem concluir o anterior. Há rascunhos de obras que, por fim, não foram mesmo concluídas. Contudo, a confusão das anotações não vem apenas daí. Explica Curran: “No meio dos rascunhos, havia, por exemplo, listas de presentes.” Segundo a matéria da Efe, reproduzida no site do jornal Folha de S. Paulo, com “exceção de seis livros, todos os romances da escritora são abordados nos cadernos. O trabalho de Curran nos permite saber, por exemplo, que em O caso dos dez negrinhos – o livro policial mais vendido de todos os tempos – a autora pensou, a princípio, em contar com oito personagens, depois 12 e finalmente os dez da história original”.

1 comentário

Arquivado em Arquivos