“O tigre de veludo” – 17 – e.e. cummings

 

morrer é bom)mas a Morte


moça
eu

não gostaria de

Morte se a Morte
fose
boa:pois

quando(sem parar pra pensar)você

passar a senti-la,o milagroso
porquê do
morrer?por

que morrer é
perfeitamente natural; perfeitamente
dito
suavemente  vivamente(mas a

Morte

é estritamente
científica
&  artificial  &

má & legal)

vos agradecemos
deus
onipotente por morrer

(perdoe-nos,ó vida!o pecado da Morte

 

O tigre de veludo, tradução de Mario Domingues

Deixe um comentário

Arquivado em Poesia

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s