Autorretrato de Karl Jaspers

Para Jorge Fernandes da Silveira:

2 Comentários

Arquivado em Vídeo

2 Respostas para “Autorretrato de Karl Jaspers

  1. jorge

    Lição exemplar, logo no começo, Karl Jaspers, no elogio da educação paterna, a sublinha de memória: o pior dos males é a obediência cega a ordens sem que os seus fundamentos sejam racionalmente julgados. Grosso modo, nas palavras do Mestre com quem aprende a pensar, ouvem-se os princípios com os quais a discípula, Hannah Arendt, esclarece a sua formação política. Nas suas palavras: “É precisamente o que Kant, e depois Jaspers, entende por Humanität, a personalidade válida, que, uma vez adquirida nunca abandona um homem, ainda que todos os outros dons do corpo e da mente possam sucumbir à destrutividade do tempo. A humanitas nunca é adquirida em solidão e nunca com a oferta de sua obra ao público.” (Homens em tempos sombrios, Companhia de Bolso, 2008, p. 82).Ouvem-se igualmente os princípios com os quais uma grande humanista formula e defende a tese da “banalidade do mal”.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s