Os livros queimados de Freud

Freud, depois que os nazistas, em suas primeiras manifestações de intolerância, em 1933, queimaram seus livros em Berlim: “Que progresso! Na Idade Média, teriam me queimado. Hoje, contentam-se em queimar meus livros.”

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s