“Livro no concreto” – Marcelino Freire

Reproduzido do site Ossos do Ofício, do escritor Marcelino Freire:

Este poema ao lado é do Augusto de Campos. E é inédito.

Ele está, gigantesco, impresso em uma das paredes do SESC Santana.

Vinte autores mandaram trabalhos exclusivos para um livro que primeiro será lido pelas paredes do SESC.

Explico: recebi o convite para organizar essa antologia, com o tema Consigo. Os textos estão sendo aplicados e, digamos, transferidos artisticamente pela designer Valéria Marchessoni.

Quem for ao Santana já vai poder ver por lá os primeiros cinco autores do volume gigante: Analu Andrigueti, arrudA, Augusto de Campos, Felipe Valério e Ronaldo Correia de Brito.

Até o final do semestre teremos inéditos de Adriana Falcão, Antonio Cicero, Binho, Botika, Bruno Brum, Eunice Arruda, Francisco Alvim, Gero Camilo, Ismael Caneppele, Livia Garcia-Roza, Lygia Fagundes Telles, Luiz Roberto Guedes, Micheliny Verunschk, Nelson Maca e Veronica Stigger.

O projeto está lindo. Original e inusitado. Depois, os trabalhos, ao final, serão impressos em papel e lançados em um grande evento. Maravilha! Corra lá no SESC Santana para começar a ler a coletânea.

E por hoje é só e vamos que vamos e valeu e bom final de semana. Fui.

1 comentário

Arquivado em Poesia

Uma resposta para ““Livro no concreto” – Marcelino Freire

  1. Nelson Maca

    O título do Blog do Marcelino é “Ossos do Ofídio”!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s