Crucificação de São Pedro, Masaccio

“Na Crucificação de São Pedro, o espaço, extremamente preciso e claro, é um espaço cúbico (os guerreiros estão até incluídos na perspectiva, do primeiro plano para o fundo). A pirâmide é repetida simetricamente dos dois lados e corresponde à posição angular das pernas de São Pedro. Para Masaccio, o que interessa não é a verossimilhança, mas a coesão espacial. É uma cena projetada e construída como Brunelleschi projetaria e construiria um edifífio. É aplicado aqui, é verdade, o princípio da simetria, fundado, porém, nesse caso, na necessidade de ultrapassar o aspecto contingente e dramático da ação.”

[Giulio Carlo Argan, Clássico anticlássico. Tradução de Lorenzo Mammì. São Paulo: Companhia das Letras]

1 comentário

Arquivado em Artes plásticas

Uma resposta para “Crucificação de São Pedro, Masaccio

  1. Roberto Rocha

    Viva Argan! Isso é que é comentar um texto pictórico. Claro, preciso informativo, sem jargão desnecessário. E ainda coloca o quadro em seu contexto histórico e estético com precisão. Tudo em um parágrafo.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s