Lamentável!

Reproduzo texto do site da revista Cult:

Segundo o jornal português O Público, o Egito perdeu, no último domingo (18), uma coleção de cerca de 170 mil livros ora abrigados em sua Biblioteca do Instituto Científico Egípcio, no Cairo.

Entre os documentos e mapas históricos danificados, alguns com mais de 200 anos, está a cópia original de Description de L’Egypte, coleção de 24 volumes feita por 160 investigadores sob encomenda de Napoleão durante expedição ao país entre 1798 e 1801.

A obra reunia uma descrição detalhada do Egito, analisando desde sua fauna e flora, passando pela identificação de seus monumentos, até os hábitos, agricultura e comércio de seus habitantes.

O incêndio foi causado por confrontos entre as forças de segurança e os manifestantes anti-Exército. Segundo o canal televisivo norte-americano CNN, a calamidade teria sido causado por umcoquetel molotov atirado pelos manifestantes.

O ministro egípcio da Cultural, Abdel Hamid, declarou que pretende formar um comitê de especialistas para providenciar o restauro das obras.

Deixe um comentário

Arquivado em Notícia

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s